A técnica

A sessão de PNS dura entre 45 minutos e uma hora e o fisioterapeuta verificará quais as queixas do paciente e fará uma série de perguntas que estão relacionadas aos sistemas de regulação da postura para direcionar o exame físico. Este exame físico é baseado em testes funcionais que mostrarão as adaptações e às disfunções presentes. Outros testes irão avaliar as diferentes entradas sensoriais (pés, olhos, vísceras, boca, vestíbulo) que são responsáveis pelas disfunções e sua correlação com os sintomas dos quais o paciente se queixa.

Após isso, é feito um diagnóstico palpatório sensorial que mostrará ao fisioterapeuta quais as disfunções instaladas em quais tecidos/sistemas dentro de uma hierarquia que auxilia o terapeuta a identificar, o que, onde e em que momento tratar.​​

Neste processo de identificação das disfunções o terapeuta já irá normalizá-las com uma técnica sutil e rápida denominada saturação. Dependendo do número de disfunções encontradas, várias saturações serão necessárias. Uma vez feito este trabalho de busca das disfunções através deste diagnostico palpatório sensorial e tratamento através destas saturações, os testes iniciais são refeitos e o fisioterapeuta verifica quais testes se normalizaram e quais não. Neste ponto, o fisioterapeuta irá verificar quais ferramentas serão complementares ao tratamento como a prescrição de palmilhas posturais, exercícios oculares e posturais, ou até mesmo o encaminhamento para outros profissionais como dentistas, fonoaudiólogos que complementarão este trabalho postural.